IBEU Baixada Santista: crescimento econômico e desigualdade social

IBEU Baixada Santista: crescimento econômico e desigualdade social

O desenvolvimento econômico da Região Metropolitana da Baixada Santista historicamente apresenta estreitas relações com o Porto de Santos e com o Complexo Industrial de Cubatão. Na análise do IBEU Local da RMBS verifica-se a estreita relação entre trabalho/emprego e maiores índices de bem-estar urbano nos municípios centrais (Santos, São Vicente e Guarujá), enquanto que níveis inferiores se encontram em municípios distantes dessa cadeia produtiva. E mesmo Santos, cidade de maior crescimento econômico, apresenta índices inferiores que expõem a desigualdade social, presente em ocupações de morros e aumento da população em situação de rua.

Clique aqui para baixar o PDF